...

"Deus é a mão que nos guia e governa!",

8.13.2013

PARECERES SOBRE O ENSINO DE GEOGRAFIA


        Primeiro quando a janela  se mostra fechada, não há um sentimento  mais dominador do que o de dúvida, como abri-la, como entrar e o que encontrar la e etc...
      Segundo quando a janela começa a se abrir, ainda pode-se ter dúvidas ainda maiores, porém há também indagações pois parte do mistério foi desvendado.
      Terceiro quando a janela está boa parte aberta, podemos até pensar que entendemos, que já dominamos bem aquela curiosidade, como nós que estamos nos preparando aqui na academia, quando mais se vai aprofundando no conhecimento é o que quarta janela simboliza, muitas perguntas à serem respondidas e muitas dúvidas mais à procura de soluções.                     (Mayara)

 O Ensino da Geografia

 Sempre que se ouvia falar em geografia entendia que se tratara somente do mapeamento de continentes, países, relevos e terras, tudo muito técnico. Mas não, eleva-se a muito mais, a palavra é tão extensa quanto a visão, no cotidiano de cada indivíduo a geografia é completa, está no nosso meio a todo instante.

   Para ensinar devemos ter bastante atenção ao apresenta-la, ensinando valores que todos temos que respeitar a organização do espaço, saber diferenciar junto ao cotidiano de cada cultura, aprender a dividir, indicar curvas e expressar valores.

   Um mapa não se faz somente de projetos urbanos, podemos também enxergar regiões em nossos corpos regiões distintas umas das outras, assim vamos conseguir conhecer um pouco mais do nosso corpo interno e externo.

   Podemos entrelaçar o ensino teórico com praticas dando sustentação maior e mais confortável para que alunos adultos e crianças tenham um aproveitamento de 100% de aprendizagem. Geografia é o sorriso com suas linhas de expressões, o respeito com suas barreiras, o amor com seus valores e a liberdade de locomover-se para todas as direções.

(Kely Guimarães)

UM OLHAR SOBRE O ENSINO DE GEOGRAFIA

Analiso que o ensino de Geografia em sala de aula foi bastante modificado, pois, vejo que as crianças de hoje não se adaptariam ao ensino tradicional (cópia de capítulos do livro didático, questionários, decorar capitais de estados, países, rios, climas e relevos, desenhar e pintar mapas manualmente).
         Com o avanço da tecnologia em informática, os alunos buscam e conhecem muitos temas de Geografia. Eles manipulam programas de computação para confecção e pinturas de mapas, além de vasculhar imagens, textos e dados sobre os estados, países, climas, relevos, etc.
         Isso se torna mais atrativo aos alunos que mexem com o computador, também há a possibilidades por parte de algumas escolas de realizar trabalhos de campo próximos de sua realidade (museus, parques, erosões nos bairros, lixões, fábricas, córregos, favelas, etc).
         Acredito que o professor também pode ser criativo e comprometido com a Geografia, fazendo uso além do livro didático, de reportagens, documentários, filmes que complemente o tema abordado em sala de aula e permitir a contribuição dos alunos com materiais para as aulas.
         Vejo que o bom entrosamento entre professor e aluno em sala de aula, permite que seja estabelecido a relação ensino-aprendizagem.

(Hebe Resende) 

 O homem busca seu espaço

Embora no agitado cotidiano a maioria não perceba, mas a geografia é uma ciência importante para o entendimento do espaço em que se vive e principalmente para conhecer e estudar as ações humanas nesse espaço.
Não basta conhecer as características físicas do espaço em que se vive, nem os fenômenos naturais a ele relacionados.  O mais relevante é compreender como age o homem em seu ambiente, a natureza das transformações que realiza.
O estudo da geografia exige posturas tais como: atenção, percepção, observação, agilidade, conhecimento de lateralidade e sequência numérica ordinal.
Administradores da cidade, dos estados e países, bem como os estudiosos do espaço geográfico são os que mais precisam estar atentos para as ações humanas nos limites de sua jurisdição.  Perceber esses fenômenos humanos é, por exemplo, estar atento às migrações, edificações de prédios, aberturas de ruas, mas, sobretudo, a preservação da natureza.
Na geografia urbana, não é suficiente perceber problemas como um trânsito caótico e a densidade populacional. Os administradores desse espaço precisam ter agilidade para solucionar essas e outras questões que afetam a qualidade de vida.
A observação de como se distribuem as moradias na geografia urbana requer o conhecimento de lateralidade.  Ou seja, como se desenvolve o traçado urbano em toda a sua dimensão.
O estudioso da vida urbana precisa ainda estar atento para a solução dos problemas mais urgentes em sua cidade. Significa estabelecer prioridades em uma ordem crescente de importância.
Com a evolução tecnológica dos dias atuais, houve um redimensionamento da noção de espaço e tempo. É, por exemplo, quando um médico francês coordena uma intervenção cirúrgica em hospital do Nordeste brasileiro por meio de videoconferência, em tempo real. Esse fato, por si, fala da importância do estudo geográfico.
            (Marina Morais)

O ENSINO DE GEOGRAFIA 


     O ensino de Geografia está presente não só no que a maioria das pessoas entende por conhecimento geográfico como clima, urbanização, questões ambientais entre outros. A Geografia envolve também outros aspectos que devem ser observados ao longo do estudo que muitas vezes passam desapercebidos mas estão presentes. Nesse contexto é importante observar que tanto o conhecimento do meio onde o estudo do menor espaço como a casa, passando pela comunidade até o maior espaço que se vê o mundo são aspectos presentes pois consegue-se chegar a globalização que está em alta nos estudos atuais e tem uma característica geográfica justamente pelo fato de envolver várias regiões, questões econômicas, econômicas e assim por diante. Assim ajudando na compreensão do lugar onde se vive e o entendimento de outros lugares. 

    Claro que o ensino de Geografia não se dá apenas nesses estudos, envolve também estudos como matemática básica pois está ligado ao conhecimento de sequência numérica ordinal e conhecimentos de lateralidade. Também estão presentes a atenção, percepção, observação e agilidade.

      Enfim, pode-se perceber que há muito o que se estudar em Geografia, pois é uma matéria que amplia vários conhecimentos e permite inúmeras integrações, não é algo restrito a determinada coisa. È que se alarga como o mundo, é o mundo


(Poliana Félix)



O ENSINO DA GEOGRAFIA EM SALA DE AULA

        De acordo com a dinâmica realizada em sala de aula, podemos ter uma base de como é o ensino da geografia. Pois na dinâmica que tem por nome Detetive requer, atenção percepção, observação, agilidade conhecimento de lateralidade e seqüência ordinal.

       Com isso, a percepção que é a relação com a natureza, depende de alguém para ter essa relação. Que por sua vez é o ser humano que tem esse primeiro contato com natureza. As pessoas não conhecem o  espaço que  ocupam,  que deverá  ser reconhecido gradativamente  e de acordo com sua aprendizagem. Já com a criança não e diferente. Primeiramente ela vai se conhecer, se adaptar no seu espaço, se relacionar e por fim, se construir psicologicamente de acordo com a aprendizagem que receber. Vem com a participação da família e em seguida a escola e por fim a comunidade. Com essas trajetórias a criança tem contato com diferentes ambientes.
        
(Madenice  Marinho, PM-VI)

 O ENSINO DE GEOGRAFIA

      Incrível pensar como tudo em nossa volta,esta ligado com a geografia. Bom, no começo  o meu primeiro contato com essa matéria não foi o que se pode dizer a melhor impressão, mais fala sério, estudar mapas, relevos, placas tectônicas de um determinado ponto, superficial mente não chama a atenção de  pessoa alguma, ainda mais se não a compreendemos.
      Com o passar do tempo, as coisas vão fazendo sentido e com pessoas capacitadas nesse assunto, pode transmitir esse conhecimento. Pode-se  ver o que realmente faz sentido dentro desse contexto; como por exemplo onde eu me localizo, em que parte desse mundo eu habito, qual espaço eu ocupo neste planeta.
       Para fazer uma cirurgia, o medico faz uso da geografia, pois como seria o corte com o bisturi se não localizar corretamente o lugar que realmente precisa ser cortado? Como evitar tantos congestionamentos se antes de uma construção não analisar o terreno, espaço e porque não dizer, a evacuação da aguá da chuva que é o motivo de tantas enchentes hoje no Brasil? Para pensar: se todo profissional dessa área com um pouco mais de responsabilidade e amor no que ensina, mostrasse o que realmente é a geografia e no que ela está ligada diretamente em nossa vida, todos dariam mais valor nessa área do conhecimento.
                                                                                                                  (Leidiany Otoni ,PM-4). 

Um comentário:

  1. que incrível ver o meu texto por esse anglo ficou muito melhor assim. Isso me remete á pensar se um dia estarei não somente vendo por fora mais literalmente escrevendo assim, com frases totalmente com concordâncias e tudo fazendo sentido no que realmente quero transmitir ao meu publico alvo. Bom tenho escrevi do bastante pra mim mesma corrigir, escrevo bastante e leio tudo que posso e tenho tempo pra ler; texto de vários temas textuais e ama ler principalmente aqueles que me prendem por serem texto agradáveis e fazeis de entender não sei se por eu ser meio leiga ainda mais resumindo amo escrever e ler. obrigada por ser nossa ms em mais um período conhecer te como profissional e ser humano que tu es foi um presente de DEUS principalmente pra mim pois agora creio que mais do que nunca vejo que podemos ser profissionais e habituarmos dentro de uma academia sem medo de qualquer contaminação( vários pensamentos e teses a qual não necessariamente seria valido pra minha vida mais aprendi á olhar com um olhar mais critico ). valeu e muito ter te conhecido mulher graciosa. pv. 31:10

    ResponderExcluir

Deixe aqui seu comentário. Obrigada!