12.19.2018

O LÚDICO NA EDUCAÇÃO INFANTIL: APRENDIZAGEM E SOCIALIZAÇÃO NAS RELAÇÕES FAMÍLIA / ESCOLA



Ana Carolina Sousa*
Leidiane Moreira de Belém Bacellar*

RESUMO: Esse artigo analisa questões referentes ao processo de socialização e aprendizagem da criança juntamente com a relação família-escola. A família esta cada vez mais se distanciando da escola, deixando a responsabilidade de educar para os professores, sabemos que a primeira educação vem de casa, na escola a criança irá desenvolver suas habilidades motoras e cognitivas no processo ensino- aprendizagem com o auxilio da ludicidade. Enfim, a escola e a família devem trabalhar em conjunto para o melhor desenvolvimento das crianças, assim inseri-las na sociedade como uma pessoa equilibrada emocionalmente, autônoma, responsável, social e entender que trabalhar juntos poderão dar um suporte melhor às crianças que precisam tanto de seus pais como de seus professores.

Palavras-chaves: Criança. Socialização. Relação família-escola


1. INTRODUÇÃO

A dimensão de muitas crianças deixadas de lado por seus pais, sem receber a atenção que seria necessária para ajudá-las em sua aprendizagem, socialização e formação como ser humano, levou à necessidade de se fazer questionamentos para alertar pais e profissionais e ressaltar como é de suma importância a família na formação da criança no meio escolar.
Assim, esse artigo tem como objetivo compreender como a família pode ajudar a criança no seu processo de aprendizagem e socialização.
O interesse pelo tema surgiu por meio da preocupação com a falta de compromisso que as famílias têm em relação à escola e a educação de seus filhos. A participação da família na escola é de extrema importância na construção da identidade, da autonomia, da responsabilidade, no desenvolvimento intelectual, ou seja, na formação do indivíduo como um todo, e com isso ela se sente amparada tanto pelos pais como pelo professor, por isso deve-se enfatizar a importância das escolas aumentarem o envolvimento da família nas reuniões pedagógicas, na entrega de boletins, entre outros.
É importante mostrar o quanto o lúdico pode e deve ser usado para auxiliar na aprendizagem e socialização das crianças, tanto na escola como em casa com a ajuda da família, bem como auxiliará na aproximação entre pais e filhos, pois a família é a base da criança e isso tem acabado com o passar do tempo.
É relevante também demonstrar que a família deve andar lado a lado com a escola para ajudar na construção de conhecimentos, e no crescimento da criança dentro do processo de aprendizagem e socialização.
De acordo com Hoffmann (2001), “os pais devem ter o compromisso de acompanhar todo o processo vivenciado pelos filhos, dialogando com a escola e assim assumindo o que lhe é de responsabilidade.”
Os questionamentos foram esclarecidos com uma pesquisa bibliográfica, procedimentos este voltado para a análise e interpretação das ideias dos teóricos selecionados para a discussão proposta. Eis alguns dos principais autores abordados: Hockenbury e Hockenbury (2003); Hoffmann (2000); Rocha (2002).

Parte do referencial

HOCKENBURY, Don H.; HOCKENBURY, Sandra E. Descobrindo a psicologia. 2. Ed. São Paulo: Manole, 2003.


HOFFMANN, Jussara. Avaliar para promover o caminho. Porto Alegre. Mediação. 2001.

 -----------------------------------

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentário. Obrigada!